Nos últimos anos, observamos o emprego cada vez maior da tecnologia na saúde. Porém, em 2020, a pandemia do novo coronavírus forçou a adoção imediata de alternativas para enfrentar a doença e manter o atendimento dos demais pacientes.

Como exemplo, o governo ampliou o uso da telemedicina, em caráter emergencial, liberando teleconsultas e prescrições de medicamentos on-line, dentre outros recursos. Também houve aumento no uso da Internet das Coisas (IoT) e realidade aumentada.

Desse modo, as soluções tecnológicas vêm sendo ainda mais aprimoradas e novas ferramentas são lançadas no mercado constantemente.

Em seguida, conheça 6 tendências em tecnologia na saúde para este ano.

 

1.      Inteligência artificial

 

O uso de inteligência artificial na saúde se mantém como tendência também neste ano. De fato, a solução vem apresentando resultados positivos e promissores que comprovam que o futuro é cada vez mais tecnológico e orientado por dados.

Como exemplo, há cada vez mais ferramentas que utilizam o princípio de aprendizado de máquina. Esse processo de aprendizagem profunda tem início com observações dos dados com o objetivo de encontrar padrões e, assim, fornecer os melhores resultados sozinho.

Para isso, a máquina é treinada com uma grande quantidade de dados e algoritmos para desenvolver a habilidade de aprender como executar a tarefa automaticamente, sem intervenção humana ou com poucas instruções.

Diversas áreas devem se beneficiar ainda mais da IA, como a genômica, de medicina de precisão, imagem, descoberta de medicamentos e de novos tratamentos.

Como exemplo, foram os algoritmos que alertaram o surgimento do novo coronavírus. Além disso, o Brasil utiliza IA na análise de tomografias de pacientes infectados.

Com isso, a inteligência artificial consegue entregar mais rapidez, precisão, qualidade, acessibilidade e redução de custos para pacientes, profissionais e instituições envolvidas.

 

2.      Telemedicina

 

jornada do paciente

 

Sem dúvida, a telemedicina continua em alta em 2021. Mais do que isso, será fundamental para manter a saúde dos pacientes e evitar a propagação da covid-19.

O uso da tecnologia foi ampliado no Brasil, por meio da Portaria 467 do Ministério da Saúde, de 20 de março de 2020, e liberou consultas, emissão de receitas, diagnósticos, laudos de exames e atestados médicos à distância, via internet.

Hoje, muitos profissionais aderiram à ferramenta. Entretanto, é necessário garantir a segurança dos dados do paciente em todo o processo, além de um bom atendimento. Como solução, há diversas opções de sistemas de telemedicina que oferecem desde teleconsulta à gestão integrada de todo o consultório.

 

3.      Internet das coisas

 

A Internet das Coisas (IoT) ganha ainda mais espaço neste ano na área de tratamento e diagnóstico. A tecnologia é aplicada a objetos, componentes e dispositivos médicos conectados à internet que coletam dados dos pacientes em tempo real. Também são conhecidos como aplicativos de monitoramento e wearables.

Assim, possibilita o atendimento remoto, oferece mais informações para rastreamento e prevenção de doenças crônicas e dá mais controle aos pacientes e médicos.

Essa abordagem inclui monitores de ECG e EKG e medições médicas como temperatura da pele, frequência cardíaca, controle calórico, nível de glicose e leituras de pressão arterial.

 

tecnologia na saúde

 

4.      Big Data

 

Ao mesmo tempo que a IoT recolhe dados, ela também armazena essas informações. Como uma das tendências em tecnologia na saúde em 2021 é o aumento do uso dos dispositivos de monitoramento, cada vez mais teremos dados em saúde.

Dessa forma, poderemos prever onde e quando as intervenções serão necessárias. Para isso, recorremos ao Big Data, ferramentas para apoio a gestão de grande volume de dados, estruturados ou não, que impactam no dia a dia.

Na área da saúde, pode ser empregada desde a prevenção e o diagnóstico até à pesquisa e tratamento. Além da IoT, medicina de precisão e prontuários eletrônicos do paciente são áreas que demonstram maior uso.

Alguns benefícios da tecnologia são detectar necessidades dos pacientes, prescrição eletrônica de medicamentos, medir o desempenho e gerenciar o tratamento de pacientes, melhoria do atendimento, redução de custos, possibilidade de detectar as doenças nas fases iniciais, tratamento personalizado e prevenção de doenças crônicas.

 

5.      Realidade aumentada

 

tecnologia na saúde

 

A realidade aumentada permite ver, em tempo real, elementos virtuais sobre o ambiente físico de forma extremamente aprimorada. Para isso, utiliza dispositivos eletrônicos como smartphones, tablets, óculos e até capacetes para visualizar e manipular objetos reais e virtuais sem o uso das mãos, apenas pela interface do sistema.

Sem dúvida, tem grande potencial para melhorar os serviços em saúde. Como exemplo, fornece imagens em 3D em tempo real para médicos, o que pode beneficiar nos procedimentos. Estudantes e especialistas também podem aprender mais sobre técnicas cirúrgicas por meio de sobreposições. Outra vertente é auxiliar médicos nos diagnósticos.

 

6.      Healthtechs

 

Sem dúvida, outra tendência em 2021 é a consolidação das empresas e startups voltadas para tecnologia em saúde. As healthtechs cresceram absurdamente nos últimos anos e hoje somam US$ 430 milhões em investimentos desde 2014, de acordo com a pesquisa HealthTech Report Brasil 2020.

Esses negócios têm como objetivo resolver problemas do setor de saúde. Para isso, oferecem soluções inovadoras que melhoram o acesso à saúde e a qualidade de vida dos pacientes, que vão desde sistemas de diagnóstico por Inteligência Artificial (IA) até remédio digital.

Além disso, atuam na gestão otimizada de entidades públicas da saúde, consultórios médicos inteligentes, tecnologias avançadas para exames clínicos e laboratoriais, autoatendimentos e autocuidados.

 

Conclusão

 

Sem dúvida, 2021 será o ano da tecnologia na saúde. A área que caminhava a passos lentos, de forma geral, ganhou bastante destaque e investimentos com a pandemia da covid-19.

Agora, a saúde digital deve facilitar os serviços de medicina, favorecendo o atendimento, tratamento e diagnóstico. Em todas as áreas desse setor, o uso avançado das soluções tecnológicas será vital para que os serviços médicos aconteçam da melhor maneira.

 

Acompanhe as principais novidades em tecnologia na saúde no blog da Phelcom.

 

Inscreva-se